Documentos confidenciais “amedrontam” Manuel Vicente

0
450
Antigo vice-presidente da República de Angola, Manuel Vicente

Um volume de documentos considerados confidenciais sobre presumíveis movimentos financeiros feitos na Sonangol, em posse de Isabel dos Santos, pode comprometer Manuel Vicente, antigo vive-presidente da República, Gaspar Martins, presidente do conselho da administração da petrolífera angolana, e o MPLA.

O jornal português Expresso diz que a empresária afirma, em privado, que o antigo colaborador de ex-Presidente José Eduardo dos Santos e demais funcionários da Sonangol têm “impressões digitais” em operações milionárias usadas na campanha do MPLA que elegeu, em 2017, João Gonçalves Manuel Lourenço.

Refere, por sua vez, que documentos confidenciais foram extraídos durante a sua passagem pela Sonangol, por isso, a empresária que tem as suas contas bancárias e participações arrestadas pelo tribunal parece que está disposta a levar consigo algumas pessoas.

Em reação ao Expresso, Manuel Vicente, ex-presidente da República, nega as acusações e avisa Isabel dos Santos que guerra não haverá vencedores.

“Nunca usei dinheiros da Sonangol, usei sim o network que me permitiu crescer e estar à altura de contribuir para o desenvolvimento do nosso país”, garantiu o antigo presidente do conselho de Administração da Sonangol.

Para ele, tem pena que, perante o que se está a passar neste momento em Angola, a empresária Isabel dos Santos não entenda que, nesta guerra, não haverá vencedores.

Isabel dos Santos já reagiu e considera de falsas as informações segunda as quais estaria ameaçar as autoridades angolanas com revelações bombásticas  e comprometedoras sobre as eleições de 2017.

O Expresso alertou que Isabel dos Santos estaria a preparar informações confidenciais que iam comprometer a entourage presidencial, Manuel Vicente e o Movimento Popular de Libertação de Angola, MPLA, em resposta o congelamento das participações em cerca de 13 empresas em Angola, por parte do Tribunal de Luanda.

 

 

Seja o primeiro a comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva o seu nome aqui