Sócio de Zenú dos Santos em liberdade por devolução de mais 2 mil milhões de dólares ao Estado

0
186
Jean Claude de Morais Bastos

 

A Procuradoria-Geral da República colocou em liberdade Jean-Claude Bastos de Morais, que estava em prisão preventiva, desde 24 de setembro de 2018, mas em troca a devolução dos activos, no valor de USD dois mil milhões e 350 milhões, que se encontram em bancos do Reino Unido e das Ilhas Maurícias.

O sócio de José Filomeno dos Santos, conhecido também por Zenú, filho do antigo presidente angolano, José Eduardo dos Santos, estava em prisão preventiva no âmbito da investigação à gestão do Fundo Soberano de Angola.

Todavia, a Procuradoria-Geral da República comunica que decidiu não mais prosseguir criminalmente contra o empresário Jean Claude de Morais Bastos, fundador e presidente da Quantum Global, tendo lhe sido restituída a liberdade.

Bastos de Morais, presidente da Quantum Global

A Quantum Global é a empresa que geria os activos do Fundo Soberano de Angola, do qual foi presidente José Filomeno dos Santos, nomeado, em 2012, e exonerado do cargo, em janeiro de 2018, pelo Presidente da República, João Lourenço.

Jean-Claude Bastos de Morais é suspeitoacusado de vários crimes, nomeadamente o de associação criminosa, de recebimento indevido de vantagem, corrupção e participação económica em negócios.

Seja o primeiro a comentar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva o seu nome aqui